Muito Barulho por Nada

Uma coisa que nunca deixou de me espantar é a competência com donos de lanchonetes conseguem destruir seus produtos pela falta de visão ou excesso de avareza, não sei.

O cidadão investe em um produto de certa qualidade,treina seus funcionários, cuida bem da loja e entrega, no tempo certo, um hamburguer de boa qualidade e cobra bem por isso.

Aí o cliente, este teimoso, pede catchup e todo o esforço acima se esvai em saquinho, difícil de abrir, com uma pasta meio avermelhada de gosto duvidoso muito parecido com tomate que, colocado num sanduíche, tranforma um hamburguer bom, num hamburguer médio.

São incompreensíveis os motivos que levam um empresário a economizar alguns centavos em algo que pode arruinar não só o produto, mas o esforço de construir uma marca em cima de refeições de qualidade.

Em serviços isso é quase a norma no Brasil, pois o conceito de experiência de serviços é inexistente e não passa pela cabeça de nossos empreendedores que, na prestação de serviços, somente a entrega de um bom produto não é suficiente. Fatores externos como um catchup ruim, um hospede barulhento, uma conexão de internet interrompida, um atendente de mau humor podem estragar estadias, refeições, apresentações, espetáculos entre tantos outros exemplos. Mesmo que tudo tenha sido feito direito.

Empreender no ramo de serviços exige a visão do sistema como um todo, principalmente no que diz respeito a fatores externos ao controle. Iluminar  uma rua, contratar guardadores de carros, evitar  temperos e canudos de baixa qualidade são tarefas que devem ser encaradas como fundamentais para seu negócio e desempenhadas com o mesmo cuidado da produção.

Ou pelo menos usar um saquinho de catchup que abra sem nos obrigar acolocá-lo na boca e usar os dentes.

Escrito por

Carl é um engenheiro de negócios com 25 anos de experiência na gestão de empresas e projetos de vários tamanhos para grupos privados e governos. Há 6 anos começou a criar e articular redes sociais começando com a Rede da Engenharia até o Projeto TEIA MG de massificação de uso da Web do Governo de Minas. Pós-graduado em Marketing pela ESPM, MBA em Finanças pelo IBMEC e mestrado em Administração pelo Mackenzie. Apaixonado pelas filhas Amanda e Stella, está sempre com elas passeando na ciclofaixa, assistindo um filme de sua coleção, ou no Twitter, Facebook, Skype entre outras ferramentas que ensinou as duas a usar.

Sem comentários ainda.

Deixe uma resposta

Mensagem